topo

Património em Destaque

Capela de Santo António do Penedo

capela-penedoA Capela de Santo António do Penedo, situada na freguesia de Colares, que primitivamente invocou também Nossa Senhora das Mercês, terá sido construída no século XVI, época de pleno florescimento daquela aldeia.

Na esguia e sóbria frontaria destaca-se o portal encimado por um clássico frontão triangular, ao qual se sobrepõe um nicho onde se preserva uma imagem do santo padroeiro.

Continuar...

Fonte da Segueteira

Fonte-SegueteiraNa localidade de Maceira, situada na União das Freguesias de Almargem do Bispo, Pero Pinheiro e Montelavar,podemos conhecer uma singular fonte de espaldar em estilo vernáculo.

Ao fundo de largo empedrado, abre-se um nicho em espesso muro, onde se resguarda copiosa nascente. Sobrepõe-se à entrada, estrutura convexa de alvenaria onde permanece, pintada, a data de 1788.

Continuar...

Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Ulgueira

igreja-ulgeiraNa Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Ulgueira, localizada na freguesia de Colares, de fundação quinhentista, destaca-se, no exterior, um singular portal maneirista, datado de 1566. O pórtico constitui-se a partir de uma desenvolta “serliana”, cujo frontão recortado apresenta arrojada e erudita concepção, provavelmente da autoria de Francisco de Holanda, assim como a pia de água benta conservada no interior, representando uma pátera.

Continuar...

Pelourinho de Colares

pelourinho-colaresO pelourinho manuelino de Colares foi, provavelmente, erigido em 1516 aquando da outorga do foral por D. Manuel I.

Assenta sobre três degraus hexagonais e a sua base é, de igual modo, sextavada e forma-se a partir de três plataformas de raio cada vez mais curto. A coluna dividida em dois tambores separados, a meio, por um cordame triplo, apresenta o fuste torso ornado de rosetas.

Continuar...

O Sitio de Santa Eufémia da Serra

staeufemiaA Ermida de Santa Eufémia da Serra é um templo, provavelmente, de origem românica, encontrando-se já referenciada na divisão paroquial de 1253 (treslado do lemitte, e demarcação das igrejas da Villa de Cintra). Em termos geográficos, localiza-se na União das Freguesias de Sintra.

Atualmente, a Ermida apresenta-se bastante descaracterizada devido à substancial campanha de obras patrocinada por um devoto estrangeiro no início do último quartel do século XIX, conforme lápide aposta na frontaria – HUM DEVOTO ESTRANGEIRO / MANDOU REEDIFICAR / ESTA CAPELLA / EM 1876.

Continuar...

Quinta do Molhapão

quinta-molhapaoO documento mais antigo que se conhece referente a esta propriedade data de 19 de novembro de 1633. Em 1682, a família Barberino adquire a propriedade, situada em Belas, que ainda hoje lhe pertence.

Continuar...

Igreja Paroquial de São Martinho de Sintra

igreja-sao-martinho-sintraA Igreja Paroquial de São Martinho de Sintra é uma circunscrição administrativa eclesiástica secular, fundada em 1147-1154, pelo Rei D. Afonso Henriques, na sequência da reconquista territorial cristã ao domínio militar islâmico, recebendo estatutos em 1283 e aprovados em 1306, confinando, até ao séc. XX, com as homólogas de São Miguel do Arrabalde, Santa Maria do Arrabalde, São João das Lampas, São João Degolado da Terrugem e Nossa Senhora da Assunção de Colares.

Continuar...

Ermida de São Marcos

ermida-sao-marcos

Esta capela terá sido fundada ou restaurada em finais do século XV pela Rainha D. Leonor que, por casamento com D. João II (o Príncipe Perfeito), era a padroeira da vila de Sintra e suas respetivas freguesias.

Continuar...

Convento de Santa Ana da Ordem do Carmo

convento-santa-ana-ordemcarmo

A origem do Convento do Carmo remonta a 1449, quando o sobrinho do Condestável D. Nuno Alvares Pereira, Frei Constantino Pereira deu começo, no Casal da Torre à edificação do cenóbio, num terreno doado àquela Ordem por Mestre Henriques, físico do Rei D. Duarte.

Continuar...

Igreja de Nossa Senhora de Belém - Rio de Mouro

igreja-riomouro-velho

É um templo de origem medieval, com ampla reforma maneirista. Situado em Rio de Mouro Velho, este imóvel, está classificado como Interesse Municipal, desde 1996.

Continuar...

Paço de Belas – Quinta do Senhor da Serra

paco-belas

A Quinta do Senhor da Serra, também conhecida como Quinta dos Marqueses de Belas ou Quinta do Pombeiro, foi classificada como Imóvel de Interesse Público em 1943. O conjunto monumental compreende o palácio tardo-renascentista, a capela manuelina, anta, santuário barroco e o perímetro florestal.

Continuar...